Quarta, 25 de Maio de 2022
30°

Alguma nebulosidade

Teresina - PI

Política ELEIÇÕES 2022

Foco na economia e viagens pelo país: como Lula planeja ampliar apoio à pré-candidatura

Petista fala sobre economia em meio a tensões na bolsa de valores e inflação

09/05/2022 às 20h27 Atualizada em 09/05/2022 às 20h32
Por: Redação Fonte: Gazeta do Povo
Compartilhe:
Foco na economia e viagens pelo país: como Lula planeja ampliar apoio à pré-candidatura

Com o lançamento da pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a cúpula do PT trabalha agora para ampliar o grupo político entorno do petista. No evento de oficialização da pré-candidatura, Lula deu os primeiros sinais da nova estratégia, marcando seu discurso com acenos ao centro e pregando união de opositores.

"O grave momento que o país atravessa, um dos mais graves da nossa história, nos obriga a superar eventuais divergências. Queremos unir os democratas de todas as origens e matizes para enfrentar e vencer a ameaça totalitária", afirmou o petista.

A partir de agora, a expectativa dentro do PT é de que Lula foque na agenda econômica dando destaque a políticas de renda para os mais pobres. Nos cálculos, os articuladores da campanha petista acreditam que Lula consegue controlar a pauta contra seu principal adversário, o presidente Jair Bolsonaro (PL), quando debate pontos como inflação, preço dos alimentos e geração de empregos.

Para isso, Lula pretende se contrapor a Bolsonaro explorando os feitos dos governos petistas em comparação ao atual presidente. Já as falas de improviso que o ex-presidente vinha dando nas últimas semanas como nas declarações sobre o aborto, a guerra na Ucrânia e os policiais deverão ser deixadas de lado.

"Eu tenho visto muita gente na televisão dizendo: hoje eu fui no supermercado, eu comprei menos, eu diminuí a minha compra, eu trazia um carrinho cheio e agora estou trazendo meio carrinho. Eu comprava carne, eu comprava um quilo de carne por semana, hoje eu compro um quilo de carne por mês", disse Lula, depois de a campanha divulgar vídeos com declarações de donas de casa dizendo não estarem mais aguentando a alta dos preços, com fotografias e vídeos de pessoas em supermercados.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários